quarta-feira, junho 08, 2011

Para sempre Fenômeno


Fenômeno : pt - é um acontecimento observável, particularmente algo especial (literalmente "algo que pode ser visto", derivado da palavra grega phainomenon = "observável")





Domingo, 14 de novembro de 1993, Pouso Alegre – MG
Era uma véspera de feriado, eu estava com meus pais na casa do meu Tio Gilmar, em Pouso Alegre, para passar o feriado em família. Cansados de ficar em casa, fomos até um bar na esquina, onde os adultos, meu pai e meu tio, tomavam uma cerveja e eu, ainda ficava na Coca-Cola.
Na TV, Cruzeiro x Internacional e eu lá, como sempre, atento aos jogos de futebol, de qualquer campeonato e divisão. De repente um moleque, camisa 9 do Cruzeiro pegou a bola no meio campo e saiu correndo como uma flecha, passando por várias camisas vermelhas e chutou no canto, mas o paraguaio Gato Fernández, que depois viria jogar no meu Palmeiras, fez a defesa.
Eu já tinha ouvido falar no garoto de Bento Ribeiro, já tinha visto seus gols, mas nunca tinha visto um jogo do Cruzeiro com ele em campo. Fiquei alucinado! E mal sabia eu que essa era a primeira vez, que este fenômeno iria me impressionar.
Passados quase 18 anos deste dia, pude acompanhar a trajetória espetacular do centroavante do Cruzeiro, que foi para o PSV da Holanda, brilhou no Barcelona, virou il Fenomeno na Internazionale, Deus em 2002, galáctico em Madrid e, no final, em Milão e em São Paulo, ainda fez jogadas incríveis.
Nenhum jogador me encantou tanto quanto Ronaldo. Seus dribles, seus gols, suas jogadas, ficarão pra sempre em minha memória. Suas lágrimas, sua dor e sua volta por cima, serão sempre lembradas por mim, e por todos os que assistiam incrédulos sua volta aos gramados, e sua volta por cima definitiva na Copa do Mundo de 2002.
Eu poderia escrever um livro sobre Ronaldo, mas prefiro economizar palavras e resumir em uma frase, o que eu penso do Pelé da minha geração.
Obrigado Ronaldo!


Nenhum comentário: