sábado, outubro 15, 2011

Nós temos o Groove??








Ontem eu fui para famosa Mega Sexta da empresa, que nada mais é do que uma noite em um buffet com música, bebida, comida, riso e DJ Crepe (piada interna). Não tinha mais o que fazer e fui lá, ver como era esse negócio. Saí da redação as 21h e fui andando até o local, depois de 13 horas de trabalho. Já dificulta..Chegando lá, a galera dançando, música alta, pista cheia e eu observando, de longe, o movimento a minha volta, como se eu nunca tivesse ido pra balada...
Desde as matinês na Playboy, na Freguesia do Ó, lá pra 1995, com a galera da rua, fico observando as mudanças nesses lugares, mas no fim das contas, quem muda é a gente. Em 10 minutos, me deu agonia de ficar naquela zona do caralho, vendo o povo dançando (fazendo passos descoordenados como se fossem um bando de filhos da puta com cólica no estômago)  com um molejo sensacional, já fui para o lado de fora, e a maioria da galera me acompanhou. Assim foi nossa balada, uma roda de amigos do lado de fora, revezando em quem ia buscar a cerveja ou o calzone para os outros. Eu só entrei pra ir ao banheiro, porque, sim, eu sou muito folgado. E as 23h nossa Mega Sexta acabou.
Hoje o pessoal da escola vai fazer um encontro. Nos formamos há 14 anos e desde então, muita gente não se vê. Os caras que estudaram, namoraram, casaram e agora aos 30, separaram, querem ir ao Frangó, um boteco delicioso aqui na e na Boogie para sair para dançar (pra mim, poucas coisas são tão vergonhosas quanto esta expressão..."Sair pra dançar"..enfim)
Eu já tive minha época de balada, bebedeira, bagunça, mulherada, sair pra dançar (sério, acho muito loser) e olha, aproveitei demais. Depois de uma certa idade, eu cansei, passei a curtir a vida escrevendo baboseiras aqui, lendo, vendo filmes clássicos, tomando uma cerveja com amigos em um lugar sossegado, sei lá, é a minha vida. E aí o pessoal da minha idade diz que eu sou velho, Dou risada, afinal, cada um dança conforme a música que escolheu pra sua vida


PS: Provavelmente irei apenas ao Frangó. Com o horário de verão, passar uma hora a mais em uma balada me faria bater em alguém só pra ser expulso



Nenhum comentário: