quinta-feira, março 24, 2011

O Meu Time é a Alegria da Cidade!



Meus filhos nem nasceram ainda, mas, o fanatismo que me cerca não me deixa pensar em outra possibilidade, a não ser ter um filho Palmeirense.
Nessa noite eu me lembrei dos motivos do meu fanatismo, da minha paixão pelo Palmeiras.
Meu avô, que só não jogou no Verdão porque minha avó pediu para ele decidir: ou o casamento ou o Palmeiras, ouvia todos os jogos pelo rádio, mesmo se passasse na televisão. E eu com ele, quietinho.. 
Sempre ligado na rádio Globo, ouvia Osmar Santos e seus bordões fantásticos na cozinha, e o horário das 16h era sagrado pra nós.
Eu tinha uns 6 anos, era uma época em que o Palmeiras não ganhava nada, tinha jogadores horríveis e times medonhos, mas pra mim, aquilo não importava. 
O mais importante era a proximidade que surgia naqueles momentos.
Durante a semana, pra chegar na casa do meu avô cheio de assuntos, lia, via e ouvia tudo sobre esportes.
E com meu pai, eu dormia ouvindo José Silvério e o Terceiro Tempo do Milton Neves, imaginando quando ia ver o Palmeiras ser campeão. (Só vi com 13)
Graças ao dia 12 de junho de 1993, os Palmeirenses comemoram mais do que o dia dos namorados.
Neste dia, tudo fez sentido, os jogos com meu avô, o Terceiro Tempo com meu pai, as vezes que chorei, briguei na escola, perdi o sono.
Mal sabem eles, mas o motivo maior de ter escolhido a profissão de jornalista foram estes momentos.
Ao meu filho que ainda irá chegar, desejo saúde, paz, e que ele seja como seus antecessores: honesto, zeloso com sua família, bom caráter e muito Palmeirense.

Na voz de José Silvério,  o dia em que tudo fez sentido.



segunda-feira, março 21, 2011

Aprendendo a voar


Quantas vezes na vida você teve que adiar um sonho, ou até mesmo desistir dele?
Quantas vezes sua ansiedade para chegar onde você quer te derrubou no meio do caminho?
Quantas vezes você se arrependeu de ter feito uma escolha que parecia ser a melhor?


Escolhas, planos, metas, objetivos e sonhos.

Hoje comecei o dia me perguntando:
As escolhas que fazemos nos levam à vida que temos ou a vida que temos nos leva às escolhas que fazemos?
Honestly...I don't know..
O fato é que quando traçamos alguns objetivos, temos pressa em alcançá-los, e as vezes pulamos certas etapas, deixando cair peças fundamentais do nosso quebra-cabeça chamado futuro.
E ai somos obrigados a voltar pra buscá-las, para que lá na frente, o quebra-cabeça esteja completo.
Imagine voltar quando não tiver mais volta, ou quando a peça já tiver se perdido no tempo, no espaço?
A sociedade exige demais da gente. 
A cada dia nos empurram uma legião de verbos no imperativo:
Compre, Faça, Tenha, Beba, Siga, Corra..
Tudo isso pra que?
Para que você SEJA.
É difícil sair do sistema...
Já disse Michael Corleone "Toda vez que eu tento saireles me puxam de volta".
A duras penas, vou aprendendo a voar pelos, as vezes nebulosos, céus da vida. 
Começando a perceber algumas coisas. 
A vida é um cobertor curto. Quando você cobre a cabeça, os pés passam frio, e vice-versa.
E aí que entra a malandragem de cada um. 
O negócio é cobrir a parte que sente mais frio, e aos poucos, com calma, aumentar o tamanho do cobertor.
Hoje está frio..Mas eu tenho um bom novelo de lã pra fazer um cobertor de primeira, pra mim e pra quem tiver debaixo dele comigo.
Não sei porque, lembrei de um trecho de uma musica, "Pão de cada dia" do Gabriel, o Pensador


"O que parece ser o antídoto pode ser o próprio veneno
E o que parece essencial talvez seja supérfulo
E o que vocês sonham encontrar lá longe, tá tão perto!
A felicidade é uma muleta e vocês são todos mancos
Ela não cabe numa maleta, Não cabe no cofre, Não cabe em bancos
Qualquer que seja a profissão que você exerça
Não deixe que a sua fixação por Tio Patinhas lhe suba a cabeça"




domingo, março 06, 2011

Salão de Beleza? Beleza...

Domingo de carnaval..Um sossego delicioso. Instalei o Xbox do Pedro e fiquei vendo os gatos brincarem. 
De repente, a Sandra sai do banho, toda perfumada e senta ao meu lado, passando um creme nas pernas. Quando começamos a falar de vaidade.
E ai entramos em um universo totalmente paralelo, desconhecido para muitos homens. 

O Salão de Beleza. Amigos, é lá que as coisas acontecem. Lá se discute tamanho, resistência, largura, desempenho. Como uma comissão julgadora, ou uma bancada de universidade, os relatos de sua vida a dois são esmiuçados por peritas no assunto.
Você se acha o tal? O "Cara"? Esqueça...
A manicure, a pedicure, a cabeleireira vão entrar na mente da sua mulher, falando de um cara que ela conheceu no forró, que é uma mistura de Elymar Santos com Sidney Magal e que fez com ela o que o marido nunca imaginou em fazer com ninguém.
Você não está dando aquela assistência necessária?
Tá morto..
Alguém tem uma história parecida, e vai contá-la a todos os presentes.
Em 15 minutos, a Sandra me contou o que a manicure e a depiladora falaram de seus maridos. Deus!
Eu não piso neste lugar nem arrastado. Tenho medo do pessoal de lá, levantar placas me dando notas como juizes de ginástica olímpica.
Pra terminar, duas constatações:
1 - Os salões de beleza servem mais como terapia em grupo do que para embelezar as mulheres.
2 - Salões de Beleza melhoram a imagem da sua mulher, mas podem acabar com a sua.


quinta-feira, março 03, 2011

Feng Shui da Alma




'O Feng Shui é uma corrente de pensamento analítico e os mestres chineses que o estruturaram teriam percebido que cada área natural, terreno ou edificação seria dotada de sua própria vibração e estaria sujeita às várias influências do ambiente que a circunda".
Pois é, e essa semana descobri que o Feng Shui funciona com as pessoas.
O lugar onde estamos, as pessoas que convivemos, as roupas que vestimos, tudo influencia em nossa vida. De acordo com o Feng Shui, com algumas mudanças são necessárias para que todas as boas vibrações se voltem para nós, e para o ambiente em que vivemos.
Uma ajeitada nos móveis da sala, uma atitude ousada, mudança de emprego, faxina no armário e até mesmo, sério, uma limpeza nos contatos do seu msn faz toda a diferença.
As vezes uma pequena pedra tapa o buraco por onde entra a luz do sol e aí não saímos da escuridão.
Uma pedra que por menor a que seja, no lugar errado, nos impede de ver algo enorme.
Assim é a vida. 
Uma pequena mudança, nos leva a grandes conquistas. Mudando a perspectiva, mudamos o mundo. 
Esta semana reorganizei tudo o que estava fora de lugar. Doei minnhas roupas, separei velhos livros, exclui dos meus contatos pessoas que não me acrescentam nada e fui embora do meu já cansativo emprego.
O resultado?
Felicidade extrema, objetivos mais claros e paz de espírito reconfortante.
Já experimentou fazer o seu "Feng Shui da Alma" ?

quarta-feira, março 02, 2011

40 pedaços e uma saudade...Até Logo Crianças!

Hoje eu acordei com tudo planejado. Iria até o #CDC pedir minha demissão. 
Sai de casa, tranqüilo, certo que seria a melhor decisão.
Ia dirigindo, pensando que seria a última vez que entraria ali no Km 32 da Castello, o retorno, acenaria para o Blade e subiria os 3 lances de escadas.
Abri a porta da sala e vi um filme...21 meses, em alguns segundos.


Nesse tempo, vivi muita coisa lá dentro. Percebi que me preocupo com crianças que não convivo, como a Naná, a Valentine, a Sofis,o Léo e o Miguel.
Que além de amigos, deixei filhos e filhas. Lembrei das dicas que eu sempre dava pro Israel, pro Xuxa, sempre terminando com a mesma frase: "Quando vocês tiverem a minha idade, vão me dar razão.."
Conselhos amorosos para as meninas, que não vou citar o nome, pra não encher a bola dos seus namorados bolas murchas.
Ver as pessoas que eu treinei se transformarem em grandes profissionais. Déa, Erick, Beto, Rodrigo, William, Sibele e a Maria, que me fez chorar na hora do adeus.
E este foi meu último pedido ao sair. 
Quando a minha chefe me perguntou. "E agora, quer mandar um email pra todos?"
Eu disse "Não, vou me despedir de todos, um por um."
Foram 40 abraços, 40 desejos de felicidades, sucesso, saúde.
Alguns muito emocionados, que ao me lembrar, me dá vontade de chorar de novo.
A Kety lembrou de muita coisa. Das vezes que eu MANDAVA ela controlar seu gênio indomável, ou quando eu falava "Ídolos" quando seu telefone tocava, e quando ela me trazia o X-Kety, o Misto Kety, ou o Hot PocKety feitos com carinho pro nosso cafézinho.
Cyntinha, meu mano da quebrada. É nóis mano!!
O Israel, que é o que eu queria ter sido com 22 anos, me deixou emocionado com o SMS que me mandou enquanto estava no RH.
O Dênis, que pela primeira vez, não fez piada, ou deu risada de uma coisa que aconteceu.
A minha irmã Fayola, que um dia me falou "O Pollisson é emotivo pra caralho" chorou e me fez chorar quando me abraçou.
O Paquitão Felipe, que me abraçou como se pedisse pra eu ficar.
O Xuxa, saiu mais cedo, tava com uma doriznha, mas vou sentir falta de vê-lo tropeçando de propósito no corredor.
Sentirei falta do Bé e do Éh, da risada da Bel, das dancinhas com a Tug, as mancadas da Amada, derrubando um saco de esmalte no chão. 
Tem a galera mais nova, como o Pipo e o Rodrigo, que são caras maravilhosos, que trabaiavam ni obra, e agora são fichado ni firma, mas não ganham tik.
Da Gi, e o clássico "Tá me tirando?" ou do "Dorge" na brincadeira de Stop.
Enfim, por mais que eu saiba que foi um ciclo, que teve altos e baixos, alegrias e tristezas, sinto que ganhei mais do que perdi. Ganhei amigos, filhos e filhas. 


Pensando em tudo isso, mandei este email, as 11:55h


Bom dia Crianças!!!

Escrever este email é mais difícil do que eu imaginava quando tomei uma decisão na noite de segunda feira.
Chegou a minha hora de partir...
Daqui vou levar as risadas, os emails engraçados, e tudo o que aprendi profissionalmente com a maioria de vocês.
No fim das contas, saio daqui muito melhor do que cheguei. Melhor profissional, e melhor ser humano.
E esta melhora se deve a TODOS que dividiram esta sala comigo nestes 21 meses que aqui estive.
Agradeço a Lu, aos supervisores, principalmente ao John que teve uma puta paciência comigo e a vocês por me agüentarem nos dias ruins!!
Se vocês aprenderam comigo a metade do que aprendi com vocês, tá bem pago!!
 Nos veremos muitas outras vezes, em diversas situações. Mas todos vocês farão falta no meu dia-a-dia, mesmo na hora da GR!

Bjos a todos! E Good Vibrations..Sempre!

Obrigado a todos vocês que marcaram a minha passagem pela B2W, e acreditem, fizeram deste período de 21 meses, uma época inesquecível da minha vida. Assim como vocês são inesquecíveis na minha história.
E de quem eu não falei aqui, não esquentem, vocês todos estarão sempre comigo.
Pois hoje sempre será o dia em que eu dividi meu coração por 40!

Só consegui pensar nesta música...