sexta-feira, janeiro 11, 2013

Ah, férias!

Estou de férias há 5 dias...Ah, que beleza! Tinha me esquecido como era ficar despreocupado com o trabalho, prazos e afins. Longe de emails, estresse e, de um certo modo, da internet. Não farei uma grande viagem, até porque o mundo todo está trabalhando, exceto eu e um amigo meu, que sempre "tá vendo umas parada aí". Agora que tenho tempo, estou fazendo tudo o que deveria ter feito nos últimos 3 anos e não consegui. Vendo filmes, lendo, visitando meu sobrinho e etc. Claro que também vou viajar. Farei uma cruzada pelo interior de SP e vou até Caraguá filar uma bóia na casa da Regina. Mas enquanto isso, estou a todo vapor com meus 2 projetos de vida: o "Medida Certa" e o "Lar Doce Lar" (talvez eu tenha que incluir um terceiro projeto, o "Não assista TV aos finais de semana, principalmente a TV Globo"). Depois dos 30 eu confesso que dei uma relaxadinha e estou uma @ acima do peso ideal, (não entendeu, ótimo!) então decidi parar com refrigerante, açúcar, carboidratos em excesso, refrigerantes, ou seja, estou comendo só comida sem graça. O que ocasionou um grande conflito com meu estômago. Noite passada, ouvi ele cochichar comigo: "Gordão, pega lá uma latinha de Pringles com Coca-Cola, vai?" Fui lá e peguei torrada com cream cheese light e suco, também light. Então ele me jurou de morte: "Desgraçado, vou colocar toda essa merda pra fora em 2 segundos". Resolvemos isso com um pedaço de carne hoje a tarde.
Além disso, parei de fumar. Há 10 dias não acendo um cigarro, e, até agora, tá dando pra segurar. Mas o ponto alto das minhas férias por enquanto é a reforma do quarto. Pintar, pregar, redecorar e depois disso arrumar toda a bagunça, vai ser foda. Pior que eu comprei uma tinta chamada "Marfim Fosco". A etiqueta de indicava uma cor quase branca. Ao abri a lata, vi que a tinta é amarela. De onde veio a porra de um marfim amarelo? De um elefante fumante? Também é duro ser grande e ter um quarto pequeno cheio de tintas, lixas, jornais, pincéis e não fazer sujeira. Eu tentei, mas neste momento estou com a mão amarela (de tinta!), a barriga parecendo um emoticon e quebrei a caixinha do DVD do Pica-Pau Duro de Matar que estava no chão e, sem querer, eu pisei. Mas vai dar tudo certo. Tudo isso me fez entender porque eu nunca vi um pintor gordo. É muito exercício! Como cansa fazer tudo isso, passar massa corrida, lixar, misturar tinta, pintar, abaixar pra pintar o rodapé, dar pulinhos subir na cadeira pra pintar perto do teto. Claro que nem tudo eu lembrei de fazer, e ganhei alguns contratempos, por exemplo, tive que tirar a TV e o DVD do quarto, porque não acho mais as tomadas na parede. Mas é bom, assim eu leio mais, até a luz queimar, pelo menos.  
Bom, deixa eu voltar ao trabalho, acabei de ver que o teclado tá todo sujo de tinta. 

Nenhum comentário: