sábado, janeiro 19, 2013

Hoje vai ter uma festa!?

Há um ano nascia a criança mais feliz de todas: Gabriel, meu sobrinho. Ô menino risonho. Mesmo eu sendo uma lástima como tio, quando eu posso, tento ser o mais legal possível com ele, ou seja, deixo ele fazer o que quiser e tudo o que ninguém mais deixa. Hoje é dia de festa, num buffet. E aí começam minhas reflexões sobre o tema. Porque os pais não deixam pra fazer festas em buffet quando as crianças já tem um pouco de noção? Com um ano, o Gabriel ainda não tem o discernimento necessário pra entender que uma festa em buffet é cara, e muito mais legal do que as que minha irmã e eu tivemos, com aqueles pedaços de isopor dos Changeman, Tom e Jerry e Ursinhos Carinhosos Rambo. Minha irmã e a San acham que o aniversário mais importante é o de 1 ano. Claro que não? O que você consegue fazer com 1 ano que não consegue fazer com 6 meses? Por o pé na boca? (bons tempos) A idade mais importante para um homem são os 18 anos. Tirar carta, entrar no motel, encher a cara, prestar vestibular, entrar nas baladas.
Quando ele tiver uns 7 anos, após ir em várias festas dos amiguinhos da escola em buffet, ficar com inveja das fotos do primeiro aniversário, provavelmente ele irá pleitear uma nova festinha em buffet. Justo! Uma festa para recordar, convidar os amiguinhos, ignorar outros, enfim, aproveitar o dia. Quero só ver ele falando com a minha irmã.

-Mãe, eu tava pensando. Esse ano não quero presente. Queria uma festa em um buffet com brinquedos, piscina de bolinhas e aqueles tios que empurram a gente no pula-pula porque odeiam seus empregos. Não quero mais festas em casa com o isopor do Ben 10. Ele tá sem uma perna, mãe. O papai colou mas ficou esquisito, parece aquele cantor que canta a música do cara sou eu.
-Gabriel, a gente já fez uma festa pra você quando você fez 1 ano. Foi caro, deu trabalho, seu tio e eu fomos até SBC buscar as lembrancinhas, ficamos 5 horas no trânsito e eu quase morri envenenada por um bolinho de camarão.
- Mas mãe, eu não lembro, eu era pequeno.
- Então vou te levar em um neurologista. Você tem problemas de memória. E outra, tem um monte de fotos e o DVD da festa.
- Tá bom, mãe...

Sei que hoje, até eu vou aproveitar. Além de nunca ter feito festa em buffet, minhas festas sempre foram um fracasso de público. Também, quem mandou nascer dia 27/12? Foda-se, vou brincar nos brinquedos, jogar videogame, dançar, comer, beber, correr e chorar na hora de vir embora.
Esperta é minha irmã que faz aniversário amanhã e já vai comemorar hoje no buffet com meu sobrinho. Deixa ela, ano que vem farei a minha em um buffet e não vou convidá-la.

Nenhum comentário: