segunda-feira, outubro 28, 2013

Os Meus Dez Mandamentos



Depois de um final de semana com família, o primeiro de folga nesse mês, cheguei à algumas conclusões sobre relacionamentos. Na minha família, todos tiveram e ainda têm longos relacionamentos. Até a Renata, que eu peguei no colo, aos 24 está lá, casada, linda e feliz como eu nunca vi, após 9 anos juntos com o destemido Henrique.
Depois de rir muito discutindo minha vida amorosa com meus tios, primos, pais, meu cunhado e minha irmã, Moisés saiu do meio do mato e jogou uma tábua na minha cabeça com os mandamentos da minha vida amorosa. 
São eles:

1 - Se você não for fazer algo para sempre, não faça nunca
2 - Tempo e desculpa, quem quer arruma
3 - Seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo. Evolua, mas não perca sua essência.
4 - Se alguém não faz questão de sua família, não faça questão dela.
5 - Nunca confie em alguém que beija de olhos abertos
6 - Apenas sua família tem obrigação de aturar sua personalidade difícil
7 - Não faça planos sozinho. Antes de tirar os pés do chão, tenha certeza que não está só.
8 - O dinheiro muda as pessoas sem caráter definido.
9 - O amor da sua vida é o que você está vivendo. A vida não é filme.
10 - Não se preocupe com idade, crença, raça, situação financeira ou time de futebol. No fundo, o que importa mesmo é tudo aquilo que você consegue enxergar de olhos fechados, ouvir em um silêncio e sentir sem tocar.

Algo me diz que, finalmente, tudo faz sentido...

Grande Estive...rs





Nenhum comentário: